Publicado em 22/03/2019 às 23h06 | |

Em dois dias 14ª CIPM localiza quatro traficantes e armas

Fonte: Ascom / Alberto Maraux

 Fonte: Ascom / Alberto Maraux

Duas denúncias anônimas permitiram flagrantes de quatro traficantes e as apreensões de armas de fogo por equipes da 14ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Lobato). Os casos aconteceram no Alto do Cabrito e na localidade da Prainha, no Subúrbio Ferroviário, após denúncias sobre homens e mulheres traficando armados.


O flagrante mais recente ocorreu, na tarde desta sexta-feira (22), durante patrulhamento de rotina. Guarnições da 14ª CIPM faziam ações preventivas quando moradores informaram que na Prainha havia um grupo praticando crimes. Chegando no ponto indicado houve confronto e três traficantes acabaram alcançados. Um ficou ferido, foi socorrido para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu, e Fábio Plínio dos Santos, 29 anos, e Cristiano Gonçalves da Silva, 28, ambos com passagens pelo comércio ilícito de entorpecentes, acabaram presos em flagrante. Com o trio foram apreendidos uma pistola calibre 9mm (uso restrito), carregador, um revólver calibre 38 e munições.


No dia anterior, no Alto do Cabrito, os militares receberam novamente ajuda de transeuntes, desta vez avisando sobre movimentações estranhas na Rua 13 de Maio. No local, quatro suspeitos atiraram buscando fuga, mas Alef Silva dos Santos, 19, terminou alcançado. Ele estava ferido, chegou a ser socorrido para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu. Com o grupo foram encontrados uma pistola calibre 45, um revólver calibre 38, carregador e munições.


“Dois flagrantes com indispensáveis colaborações da população. Importante denunciar, pois o sigilo é garantido. Tiramos quatro armas das ruas, materiais que, com certeza, seriam empregados em homicídios, roubos, transporte de drogas, entre outras práticas ilícitas”, destacou o comandante da 14ª CIPM, major Ribeiro Paz.

SSP

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Polícia