Publicado em 15/11/2018 às 10h24 | |

Grupo de voluntários se reúne para tratar de projeto social pra Vila de Abrantes

 

Com o objetivo de formar um grupo de trabalho voltado para a criação de um projeto social, tendo com público-alvo, os jovens de Vila de Abrantes, na Costa de Camaçari, foi realizado o primeiro encontro na tarde desta terça-feira (13/11). Presentes na Creche Esperança da Estiva, estavam pedagogas, psicólogas, educadores e voluntários.


De acordo com Eliete Faustino, a gestora da Creche, a iniciativa surgiu com o empresário Paulo Venturolli, um grande colaborador da instituição, após as mães da comunidade solicitarem uma ocupação para seus filhos adolescentes. “Nossa ideia é trabalhar com a capacitação de jovens para o mercado de trabalho”, disse.


Galvão Veiga, outro facilitador da ação, falou do seu papel no projeto. “Meu compromisso é trabalhar com a qualidade de vida e a sustentabilidade. Desenvolvendo atividades de treinamento de bombeiros, para pessoas que queiram investir na área do turismo e poder contribuir com a sociedade, fazendo com que os jovens conheçam seus talentos e descubram aquilo que têm de melhor”.


A cultura do voluntariado foi destaque na fala da psicóloga, Niagra Barbosa. “Aqui é um conjunto de multiprofissionais dispostos, onde estamos dando a oportunidade aos jovens que estão a margem da sociedade, de potencializar sua autoestima, sua capacidade de estar empregado, dando a ele a responsabilidade de seus atos, instruindo e colocando eles como protagonistas e responsáveis de sua própria história. Penso que no futuro eles serão exemplos, serão multiplicadores”, destacou.


A ex-secretária de desenvolvimento social de Camaçari, Jailce Andrade, que têm experiência em trabalhos sociais, também vai participar do grupo. “Esse é um momento de doação, para colaborarmos com os jovens, ensinando o que aprendemos na vida, as experiências que adquirimos, abrindo portas para o futuro. Acredito muito no trabalho desenvolvido por creches comunitárias junto com as famílias e a educação deve ser a base”.


O projeto de desenvolvimento humano continuo vai dar continuidade ao trabalho já ofertado na Creche. “Aqui temos pessoas com uma diversidade de áreas profissionais, com expertise para realizar atividades direcionadas pra cada idade. A a partir dos 14 anos vamos encaminhá-los pra um estágio através do Programa Jovem Aprendiz, pra quem tenham um currículo, uma postura, uma linguagem limpa, onde o corpo vai falar dele enquanto indivíduo”, finalizou a pedagoga, Leide Diana.

Tags

sem tags

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Cursos e Concursos