Publicado em 05/10/2018 às 19h24 | |

Outubro Rosa: Conheça a história de superação de um atleta de Camaçari

Foto Moura Positivo

 Foto Moura Positivo

No mês em que é intensificada a campanha contra o câncer de mama, o Outubro Rosa, o Portal Abrantes conta a historia de fé e superação do senhor Gervásio Ribeiro, morador de Camaçari e que já passou pelo tratamento de três cânceres (próstata, garganta e pele). Hoje, aos 72 anos, ele é maratonista e corre na categoria deficiente visual, já que só enxerga apenas de um olho.

 

Durante a sua participação em um evento de saúde, realizado nesta quinta-feira (04/10), na Câmara de Vereadores de Camaçari, voltado para orientação sobre o câncer, o idoso destacou a importância da prevenção. “Nós homens não devemos ter vergonha, temos que buscar nos cuidar, fazer exames periódicos, porque o quanto mais cedo descobrirmos, maiores são as chances de cura”.

Descobrir a doença não foi fácil, no entanto ele relata, que às vezes até esquece que já passou pelo tratamento, que incluiu até radioterapia. “Quando eu fui diagnosticado, meus filhos choraram, perguntaram ‘e agora’, achando que eu estava no caminho da morte. Eu entreguei a Deus e busquei informação. Acredito que hoje em dia o câncer não é mais um bicho de sete cabeças, tem cura e eu sou um exemplo disso. Recebo parabéns dos meus médicos por me cuidar.

 Sou considerado um paciente exemplar, por praticar esporte”, relatou.

Seu Gervásio, que já participou de grandes eventos esportivos, como a Corrida São Silvestre em São Paulo, a Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro e Volta da Pampulha em Belo Horizonte, ressalta que o segredo para a sua cura foi à busca por uma vida saudável, através da prática esportiva. “As palavras de ordem são esporte e informação, 50% de cada para que eu conseguisse superar essa doença”.

Orgulhoso de ser considerado um exemplo por muitos, o atleta deixa uma mensagem de esperança pra quem está passando pelo mesmo problema de saúde que ele já enfrentou. “As pessoas primeiro têm que querer ser feliz. Eu encarei essa doença, com muita fé e dei a volta por cima. Me sinto o maior vitorioso do mundo e assim como sou todos poder ser”, finalizou.

Tags

sem tags

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Saúde