16/05/2019 às 15h03 |

Projeto vai capacitar empreendedores autônomos que atuam nas praias de Camaçari

Foto: Ascom/PMC

 Foto: Ascom/PMC

Eles são os principais anfitriões, são vitrines ambulantes pelas praias da Costa de Camaçari. Do óleo bronzeador ao queijo coalho, tem sempre um vendedor oferecendo soluções e comodidades durante o seu momento de lazer. Mas, como identificar a qualidade dos produtos, higiene e bom atendimento? Uma nova iniciativa pretende resolver esse dilema. Uma parceria entre o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e as secretarias de Turismo (Setur) e Serviços Públicos (Sesp) vai promover qualificação, identificação e ordenamento da ação dos ambulantes na Costa de Camaçari.

O projeto faz parte do programa Trilhas do Empreendedor, realizado através de um convênio entre a Prefeitura de Camaçari e o Sebrae. Para garantir a efetivação do programa, o secretário de Turismo, Gilvan Souza, de Serviços Públicos, Armando Mansur, e o gestor de projetos do Sebrae, Paulo Azevedo, se reuniram na tarde desta quarta-feira (15/05), na sede da Sesp. A reunião teve como pauta o alinhamento das ações e definição de um cronograma de atividades.

O convênio e os projetos desenvolvidos através da Setur e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), fazem parte da estratégia do prefeito Elinaldo Araújo, de geração de emprego, renda e estímulo ao empreendedorismo. Além da capacitação voltada para os ambulantes, a proposta inovadora de criação de valor para o empreendedorismo em Camaçari atende, ainda, a diversos outros perfis de empreendedores com acesso a uma trilha de conhecimento com foco em resultados práticos nas áreas de gestão financeira, gestão estratégica e de inovação.

A Trilha Economia da Praia vai atender aproximadamente 400 vendedores ambulantes cadastrados pela Sesp, com residência e atuação comprovadas no município de Camaçari. Esse primeiro momento irá contemplar os empreendedores autônomos que atuam na economia de praia através de uma abordagem que terá como foco as praias da Costa de Camaçari, trabalhando  com os seguintes temas: qualidade no atendimento, boas práticas de higiene e manipulação dos alimentos, assim como a modernização da atuação com a inserção de meios eletrônicos de pagamento.

As secretarias vão trabalhar integradas para fortalecer as ações executadas pelo Sebrae e garantir que os profissionais capacitados tenham prioridade e identidade, tornando-se, assim, parceiros da promoção do turismo. “Fico com o entendimento do pertencimento que a ação de capacitação integrada vai gerar para os empreendedores da economia da praia. É uma ação de elevação da autoestima do permissionário aliado ao processo de qualificação continuada para melhor atender o turista”, define Paulo Azevedo.

Com uma média de 1.500 ambulantes cadastrados no município, o secretário de Serviços Públicos, Armando Mansur, comemora os avanços para o ordenamento desse setor. “Com nossos ambulantes sendo capacitados e estando uniformizados, o turista se sente mais seguro. Com essa certificação e a identificação, eles se tornam profissionais. Isso é bom para todo o município, pois vai gerar mais emprego, renda e fomento econômico”, avalia.

“Fazer Turismo, fazer Serviços Públicos, é cuidar de pessoas. O nosso foco vai ser sempre o benefício coletivo, cuidar de quem vive aqui, para que a partir daí sejam nossos parceiros na promoção do Turismo e no desenvolvimento desse importante vetor econômico para o município. Nossa visão é de ordenar, capacitar e criar condições melhores de mobilidade e infraestrutura que atenda nossa população e nos credencie para receber bem quem nos visita”, explica o secretário de Turismo, Gilvan Souza.

As ações do Trilha Economia da Praia terão a coordenação da subsecretária de Turismo, Lúcia Bichara, do coordenador de Fiscalização da Sesp, Rogério Dias, e do diretor de Ordem Pública, Elton Alonso.

 

Tags

sem tags

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Camaçari