09/01/2019 às 23h36 |

Nova secretária da Sedes de Camaçari fala dos desafios do cargo

Foto Moura Positivo, na posse da secretária no gabinete do prefeito Elinaldo.

 Foto Moura Positivo, na posse da secretária no gabinete do prefeito Elinaldo.

Com o desafio de gerir novos programas sociais, a titular da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), de Camaçari, Andréia Montenegro, falou ao Portal Abrantes, sobre como pretende gerir a pasta. A secretária assumiu o cargo, na reforma administrativa anunciada na última segunda-feira (07/01). Confira a entrevista na integra ao site.

Portal Abrantes: O prefeito Elinaldo está depositando todas as fichas no social em 2019, como à senhora se sente assumindo essa responsabilidade?

Andréia Montenegro: Muito feliz com esse convite, com essa escolha do prefeito. Trabalhei na saúde em prol das pessoas com necessidade e assim levarei pra o social. Vou cuidar de quem precisa e do servidor também. Seguirei os passos do meu líder maior. O meu gabinete social será as ruas, buscando implantar todas as metas do governo, todos os programas idealizados pelo chefe do executivo.

PA: Alguns programas já existentes, como os CRAS e em especial o de Vila de Abrantes, que virou um núcleo, como a senhora pretende trabalhar?

AM: Nesse primeiro momento vou buscar me apropriar das informações, tão logo farei um visita a esses locais, pois estou analisando a montagem da equipe que deve ser uma referência. Estou fazendo um olhar clinico, pra depois tomar decisões de forma a avançar.

PA: Qual seu histórico profissional na saúde?

AM: Na saúde já fui coordenadora de contrato, de compras e logo solicitei ao secretário Natan, que me permitisse participar de outros setores da pasta, de forma a ajudar. Sou uma pessoa que amo Camaçari e amo a população daqui. Meus pais são dessa cidade, muitas gerações de minha família são camaçarienses.

PA: Da onde vem esse sobrenome Montenegro?

AM: Sou filha de Zeca Montenegro, sobrinha de Odilon Montenegro e minha família por parte materna é do bairro Alto da Cruz. Então eu cresci aqui e conheço as origens dessa cidade, a partir das histórias contadas por minha avó.

PA: Agora o prefeito confia a você a função de cuidar da população, como recebe esse pedido?

AM: Eu sempre cuidei na verdade. Todas as pessoas que chegam a mim, eu procuro dar um tratamento humanizado, cordial, fazendo uma gestão participativa, aberta ao diálogo, a sugestões e críticas, com o objetivo de chegar às pessoas que estão em estado de vulnerabilidade e risco social. As residências que me permitirem entrar, eu irei, na busca ativa de pessoas que precisem de fato um olhar social.


 

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Camaçari