07/10/2018 às 12h07 |

Brasil é superado pela Alemanha na estreia da segunda fase

 

A seleção brasileira feminina de vôlei foi superada pela Alemanha da estreia da segunda fase do Campeonato Mundial. As alemãs salvaram quatro match points e venceram as brasileiras, na madrugada deste domingo (07.10), por 3 sets a 2 (14/25, 19/25, 32/30, 25/19 e 17/15), em Nagoya, no Japão. A equipe do treinador José Roberto Guimarães tem quatro vitórias e duas derrotas na competição. 

 O Brasil aparece em quarto lugar no grupo E, com 13 pontos (quatro resultados positivos e dois negativos). A Sérvia lidera, com 18 pontos (seis vitórias), seguida pela Holanda, com 17 (também com seis vitórias, mas uma por 3 sets a 2), e o Japão, com 13 (quatro resultados positivos e um negativo). As japonesas ainda enfrentarão a República Dominicana neste domingo. Os três primeiros colocados do grupo passarão para terceira fase. 

O time verde e amarelo voltará à quadra à 1h25 (horário de Brasília) da madrugada desta segunda-feira (08.10) contra o México. O SporTV 2 transmitirá ao vivo.

 A oposta alemã Lipmann foi a maior pontuadora do confronto, com 36 pontos. Pelo lado das brasileiras, a oposta Tandara foi o destaque, com 29 acertos. As ponteiras Gabi e Fernanda Garay contribuíram, com 19 e 12 pontos cada.

 A campeã olímpica Tandara lamentou a derrota e pediu foco total já nos próximos duelos da competição.

 “No primeiro e no segundo sets sacamos muito bem e as ponteiras da Alemanha não estavam rodando. A partir do terceiro set, nosso saque ficou mais lento e não conseguimos tocar nas bolas delas. Já temos que pensar nos próximos jogos porque ainda tem muito campeonato pela frente”, disse Tandara.

 O treinador José Roberto Guimarães analisou a partida e falou sobre a sequência da competição.

 “Esse é uma campeonato longo e desgastante. Agora temos que levantar a cabeça e estudar o que aconteceu. Jogamos muito bem os dois primeiros sets. O terceiro set foi disputado ponto a ponto, o quarto a Alemanha jogou muito bem e no quinto começamos na frente , mas a Alemanha é um time que briga o tempo todo. Vi coisas boas no nosso time e outras que precisamos melhorar. Nosso bloqueio deixou a desejar em algumas situações. O importante é tentar entender essa derrota, pensar no México e vencer todos jogos. Ainda estamos na briga”, afirmou José Roberto Guimarães.

O JOGO

 O Brasil começou melhor a partida e fez 6/2. Com uma ace da ponteira Fernanda Garay, o Brasil abriu cinco pontos (10/5). O time verde e amarelo chegou a seis pontos de vantagem e o treinador da Alemanha pediu tempo. Bem no bloqueio, as brasileiras fizeram 15/6. O time do técnico José Roberto Guimarães foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/6. Com Tandara bem no ataque, o Brasil venceu o primeiro set por 25/14.

 A Alemanha voltou melhor para o segundo set e fez 7/2. As europeias foram para o primeiro tempo técnico da parcial com três de vantagem (8/5). O Brasil cresceu de produção e diminuiu a vantagem para um ponto (8/7). O time verde e amarelo abriu dois pontos (12/10) e foi a vez do treinador da Alemanha pedir tempo. O Brasil segurou a vantagem na segunda parada técnica (16/14). Bem no bloqueio, as brasileiras aumentaram a vantagem no placar para quatro pontos (18/14). O Brasil manteve a liderança do placar até o final e venceu a segunda parcial por 25/19.

 O time verde e amarelo fez os três primeiros pontos da terceira parcial. A Alemanha cresceu de produção e encostou no placar (11/10). Bem no saque, as brasileiras foram para o segundo tempo técnico com três de vantagem (16/13). A líbero Suelen se destacava na defesa e o time verde e amarelo fez 18/14. A Alemanha conseguiu uma grande reação no final da parcial e levou a melhor no terceiro set por 32/30.

 A quarta parcial começou equilibrada. A Alemanha foi para o primeiro tempo técnico com dois de vantagem (8/6). Quando as alemãs fizeram 11/7, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Bem no saque, a Alemanha abriu seis pontos (15/9). Com um ponto de saque da levantadora Roberta, o time verde e amarelo diminuiu a vantagem no placar para quatro pontos (17/13). A Alemanha segurou a vantagem até o final e venceu o quarto set por 25/19.

A oposta Tandara fez o primeiro ponto do quinto set. Com uma boa sequência de saques da oposta Lipmann, a Alemanha abriu três pontos (6/3). Bem no saque, o Brasil encostou no marcador (7/6). A parcial ficou disputada ponto a ponto. Com um ponto da oposta Tandara, o time verde e amarelo deixou tudo igual na parcial (9/9). O Brasil reagiu no final do tie-break, mas a Alemanha foi melhor no momento decisivo e venceu o set por 17/15 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES:

Brasil – Roberta, Tandara, Fê Garay, Gabi, Carol e Bia. Líbero – Suelen 
Entraram –  Natália, Dani Lins, Rosamaria, Adenízia 
Técnico – José Roberto Guimarães

Alemanha – Hanke, Lippmman, Fromm, Geerties, Vanjak e Lisa Líbero – Lenka Durr
Entraram – Pogany, Drewniok, Poll, Wezorke, Pia Kastner
Técnico – Felix Koslowski

Tabela – Primeira fase – Hamamatsu (Japão)

29.09 (SÁBADO) – Brasil 3 x 0 Porto Rico (27/25, 25/12 e 25/7)
30.09 (DOMINGO) – Brasil 3 x 0 República Dominicana (25/15, 25/20 e 25/22)
01.10 (SEGUNDA-FEIRA) – Brasil 0 x 3 Sérvia (21/25, 18/25 e 19/25)
03.10 (QUARTA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 Quênia (25/13, 25/10 e 25/16) 
04.10 (QUINTA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 Cazaquistão (25/11, 25/20 e 25/13)

Segunda fase – Nagoya (Japão)

07.10 (DOMINGO) – Brasil 2 x 3 Alemanha (25/14, 25/19, 30/32, 19/25 e 15/17) 
08.10 (SEGUNDA) – Brasil x México, à 1h25 (horário de Brasília), no SporTV 2 
10.10 (QUARTA-FEIRA) – Brasil x Holanda, à 1h25 (horário de Brasília), no SporTV 2 
11.10 (QUINTA-FEIRA) – Brasil x Japão, às 7h20 (horário de Brasília), no SporTV 2

Tags

sem tags

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Vôlei