16/08/2018 às 20h45 |

A arte e a música como formas de transformação social para jovens do Instituto JCPM

Denissena posa com jovens do egressos durante uma intervenção no mall em 2016

 

É através das artes visuais e da música que os jovens do Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso social estão celebrando, em agosto, o Mês da Juventude. Ao participar de oficinas de grafite, exposição de pintura à óleo e batalhas de hip hop eles dialogam, trocam aprendizados e compartilham o conhecimento. Depois dos mini-cursos, onde deram os primeiros passos na arte contemporânea, eles participam nesta sexta-feira, 17, de uma intervenção coletiva sob a coordenação de Denissena no Salvador Norte Shopping. Programada para as 8h, ele vai conduzir o trabalho de 20 jovens, que receberam o desafio “ressignificar um muro” do estacionamento externo.

 

Nesta intervenção, a proposta é que os jovens estimulem a criatividade, o senso crítico e a liberdade. “Durante as aulas, percebemos a vocação e a sensibilidade desses educandos, cada um com seu estilo de estética, mas compartilhando do mesmo sonho e tendo um espaço para discutir suas ideias”, reforça Denissena, artista visual e curador do projeto, que atua há 18 anos como arte-educador. Segundo ele, o trabalho desenvolvido ultrapassa as barreiras da pintura, uma vez que durante os debates, eles conversam sobre família, educação e temas atuais, fatores que colaboram para a formação de cidadãos mais conscientes.

 

O Instituto auxilia nesse processo, já que atua na elevação da escolaridade e conhecimento, além de auxiliar na inserção no mercado de trabalho. Um exemplo é o jovem Wallace da Silva, de 23 anos, que passou pelos cursos de Multidisciplinar e Fotografia, e teve seu talento reconhecido. Agora, ele é protagonista no Salvador Shopping, onde está tendo oportunidade de expor seus quadros numa mostra no Espaço Gourmet – Piso L1 do shopping, até o dia 26. São 12 telas em pintura à óleo, com figuras humanas, paisagens e natureza morta, que podem ser visitados gratuitamente de segunda a sábado, das 9h às 22h; domingo, das 12h às 21h. Neste semestre, o jovem egresso do IJCPM, vai iniciar a faculdade de Artes Visuais.

 

Durante as abordagens e discussões durante os cursos, eles aprendem também sobre economia criativa e empreendedorismo. E, no mês da juventude, tem a oportunidade de transitar entre diversas linguagens. É o caso das oficinas de rap - ministradas por Robson, o Poeta do Rap - que acontecem no período de 21 a 23, no Salvador Norte, e entre os dias 27 e 29, nas sedes do Instituto JCPM, sempre das 14h às 17h.

 

Para encerrar o esse processo de conhecimento, os jovens participam da Mostra de Hip Hop e Cidadania, no dia 30, das 14h às 17h30, no Teatro Eva Herz - Piso L2 do Salvador Shopping. A plateia será formada por familiares e amigos dos educandos, que vão assistir os duelos e batalhas de break com as participações de MC Rilk e DJ Branco, militante do movimento Hip Hop na Bahia. “Essa ação vai contribuir para elevação da consciência, resgaste da autoestima e empoderamento da juventude, trazendo o hip hop como instrumento de mobilização e transformação social. A ideia é que eles repliquem a arte dentro das suas comunidades”, finalizou o Dj, conhecido por ser agitador cultural.

 

 

Larissa Barreto

 

 

Tags

sem tags

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Cultura