Curta a nossa página
13/11 04h25 2017 Você está aqui: Home / Equilíbrio Psicofisiológico Manuel Barreto Imprimir postagem

O que é inteligência emocional

Você está aqui: Home / Equilíbrio Psicofisiológico - com Manuel Barreto

Inteligência emocional é um conceito relacionado com a chamada "inteligência social", criado pelo psicólogo norte-americano, Daniel Goleman. Um indivíduo emocionalmente inteligente consegue identificar as suas emoções com mais facilidade. Uma das grandes vantagens das pessoas com inteligência emocional é a capacidade de se automotivar e seguir em frente, mesmo diante de frustrações e desilusões.

Entre as características da inteligência emocional estão a capacidade de controlar impulsos, canalizar emoções para situações adequadas, praticar a gratidão e motivar as pessoas, além de outras qualidades que ajudam a encorajar os demais indivíduos.

De acordo com Goleman, a inteligência emocional pode ser subdivida em cinco habilidades específicas: autoconhecimento emocional; controle emocional; automotivação; empatia; desenvolver relacionamentos interpessoais (habilidades sociais).

O "controle" das emoções e dos sentimentos para alcançar objetivos, atualmente, pode ser considerado como um dos principais trunfos para o sucesso pessoal e profissional. Por exemplo, uma pessoa que consegue se concentrar no trabalho e finalizar todas as suas tarefas e obrigações, mesmo se sentido triste, ansiosa ou aborrecida.

A inteligência emocional, para grande parte dos estudiosos do comportamento humano, pode ser considerada mais importante do que a inteligência mental (o conhecido QI) para alcançar a satisfação plena. O autoconhecimento é uma importante ferramenta que nos permite descobrir nossas debilidades, virtudes, nossos defeitos, estados de ânimo.

Um grandioso universo de possibilidades se abre quando buscamos descobrir nossa própria origem, quando começamos a nos perguntar: Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? Qual o propósito de nossa existência? Porque vivemos? Qual a razão do nascimento e da morte?

Com certeza, quem realmente quer se conhecer, em algum momento da vida, faz reflexões sobre estes aspectos que dizem respeito ao seu próprio universo interior.

Ao conhecermos a nós mesmos, nossos estados interiores, nossas emoções, ações, nossos sentimentos é possível desenvolver uma compreensão que nos permite uma melhor relação com os amigos de trabalho, vizinhos, familiares e com a sociedade em geral. Isto nos conduzirá a um equilíbrio emocional, com empatia, motivação, ânimo, vendo, em nossos semelhantes, a verdadeira centelha divina, a essência divina que habita o coração de todos nós. 

A busca pelo aperfeiçoamento interior torna possível vivermos em uma atmosfera de paz, cultivando o verdadeiro amor que emana de dentro do Ser de cada um de nós.

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicações relacionadas