Curta a nossa página
27/08 21h30 2018 Você está aqui: Home / Política Adelmo Borges Imprimir postagem

Desafio

Você está aqui: Home / Política - com Adelmo Borges

No pleito de outubro de 2018, Antônio Elinaldo, prefeito de um dos maiores munícipios do estado da Bahia, passa a enfrentar um dos mais difíceis desafios de sua trajetória política. Elinaldo apresenta os candidatos Geraldo Alkmin (PSDB) para presidente da república, José Ronaldo (DEM) ao governo, Irmão Lázaro e Jutahy Magalhães ao senado, Paulo Azi à câmara federal e Eudoro Tude à Assembleia Legislativa da Bahia. Ocorre que o fraco desempenho de Geraldo Alkmin e Jose Ronaldo sem alcançar dois dígitos ´- ambos com 8% na média das pesquisas publicadas até então – não oferecem suporte para o desempenho dos demais candidatos, em função do pragmatismo eleitoral – O eleitor prefere votar em quem tem possibilidade de ganhar .

Eudoro Tude é o único dos candidatos do prefeito com possibilidades em função dos seus méritos próprios e pela fragilidade dos demais candidatos que o cenário de Camaçari (sua principal base eleitoral) disponibiliza (Mauricio Bacelar, Profa. Angélica, Sandro Rocha, Ver. Jackson e Dep. Bira Coroa - para o enfrentamento. Paulo Azi deverá ter a preferencia de alguns eleitores coisa não tão significativa que defina uma possível reeleição.

A estratégia montada pelo prefeito Elinaldo não conseguiu mobilizar seus auxiliares, assim como vereadores da base. Um grande contingente dos vereadores optara por outros postulantes e Tude mantem sua campanha em coligação com outros candidatos a deputado federal no sentido de ampliar suas possibilidades fora de Camaçari.

É um grande desafio para Elinaldo, com reflexos na administração do município nos próximos anos e na postulação de uma possível reeleição. A oposição amparada na grande notoriedade do presidente Lula e do governador Rui Costa, ambos com mais de 50% da preferencia do eleitorado, deve sair do pleito fortalecida possibilitando manifestação de divergência na base aliada e possíveis afastamentos com o olhar na manutenção de suas cadeiras na Câmara de vereadores em 2020.

Como temos ainda aproximadamente 40 dias de campanha dos quais 30 de propaganda eleitoral nas rádios e televisão, é esperar para ver como o quadro se assenta. O Cenário aponta a manutenção do quadro atual, possibilidade de crescimento da postulação do Partido dos Trabalhadores com possibilidade de definição no primeiro turno.

Adelmo Borges


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.