Curta a nossa página
20/03 01h02 2018 Você está aqui: Home / Literatura Jussara Pires Imprimir postagem

As Portas (2)

Você está aqui: Home / Literatura - com Jussara Pires

A nossa mente é como uma porta, e pode estar fechada ou aberta. E quando ela está fechada nada muda, tudo continua sempre igual.

A nossa realidade é conviver com a violência e achar que é normal; são gangues que atacam gangues; policiais que morrem na troca de tiros; criminosos que morrem na disputa dos pontos de drogas; educadores que são enquadrados como bandidos e infinitos assassinatos; ativistas morrem como ratos ― recorrente desde Chico Mendes ― e eu pergunto: quem é a vítima? Contrabandistas, advogados, sacoleiros, juízes, ambulantes; todos estes são criminosos ou sobreviventes? São bandidos do colarinho branco ou de colarinho encardido? São culpados? São inocentes? Quem é o quê e quem é quem em meio a tudo isso?

O fato é que: argumentos, por mais acertados que sejam, ricocheteiam ou deslizam por sobre o tumor maligno da ignorância, pois os politizados ou policiados, de pai para filho, desde a hora em que nascem, são condicionados a acreditar que não há outra forma de pensar. São formados antes mesmo de irem para as escolas, com base na realidade cristalizada de seus antepassados. 


Claro que tudo isso tem um objetivo; imobilizar as massas. E todas as vezes que alguém consegue direcionar o povo aos fatos que o oprimem, que o massacram, isso provoca incômodos que precisam ser abafados; e como desprezíveis baratas são eliminados. Pois nenhum argumento pode ser contra um coquetel de ideias prontas.


Desmoralizar a vítima e desculpar o culpado. Torcer a história e confundir o povo.  Isso é fato! O povo sempre é enganado. E o povo enganado é capaz de condenar a ele mesmo. Essa sempre foi a estratégia usada nessa batalha: confundir, enganar e continuar a jogar; pois eles continuam ganhando. 


Assim acontece com a maioria das pessoas que não estão dispostas a reverem as próprias certezas; pois quando o nosso espaço mental já está ocupado e cristalizado, não entra mais nada. E por mais argumentos que se tenha, por mais fatos que se mostre, nunca conseguirá trocar ideias com quem não está disposto a ouvir, nunca conseguirá ultrapassar a porta, porque os argumentos de um ser, totalmente doutrinado, não passam de uma porta fechada. Abra essa porta!


Jussara Pires colunista colaboradora do Portal

 

 

 

 

 

 

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados