Curta a nossa página
02/08 10h22 2016 Você está aqui: Home / Esportes Reuters Imprimir postagem

Confiante, handebol feminino do Brasil só mira o ouro no Rio, diz atleta

“Ninguém vai entrar na minha casa dizendo o que vai fazer”, acrescentou ela, que conta com o apoio da família nas arquibancadas na Arena do Futuro, onde serão disputadas as partidas do handebol.

O handebol feminino do Brasil ganhou notoriedade recentemente, resultado do trabalho feito pelo técnico dinamarquês Morten Soubak, que começou em 2009. Logo em 2011, Brasil foi campeão pan-americano e dois anos depois conquistou o seu maior triunfo, o Mundial na Sérvia, ao derrotar as donas da casa por 22 a 20 na decisão.

 

Soubak tem temperamento forte, que por vezes faz lembrar o vitorioso técnico Bernardinho, da seleção de vôlei. A vibração e a cobrança do técnico contagiam as brasileiras. “Isso é uma marca dele. Desde os treinos, passando pelo vestiário. Ele joga e se sacrifica", explicou Tamires.

A jogadora, graças ao sucesso do handebol feminino, atuou na Hungria e está se transferindo para o Dijon, da França.

“Devo tudo ao handebol e o esporte é minha vida”, disse a pivô, que começou no atletismo da Mangueira e encontrou o sucesso no handebol.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.