Curta a nossa página
05/06 06h57 2018 Você está aqui: Home / Câmara de Camaçari Portal Abrantes Imprimir postagem

Camaçari: LDO prevê receita de R$ 1,175 bilhão para 2019 e destaca três eixos prioritários

Durante Audiência Pública sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2019, foi anunciado que a receita prevista para o período está estimada em R$ 1,175 bilhão. Os dados foram apresentados pelo subsecretário de Governo da Prefeitura de Camaçari, Evaldo Pereira, e pela diretora de Planejamento e Orçamento da pasta, Virgínia Porto.

Os três eixos prioritários que serão desenvolvidos pelo Executivo no período também foram apresentados para o público. O primeiro deles, tratado como Desenvolvimento Social, engloba ações voltadas para as áreas de saúde, educação, inclusão e promoção social e juventude, esporte e lazer.

Na área de saúde, o Executivo priorizou a melhoria do acesso da população aos serviços de saúde, tendo a Atenção Básica como eixo estruturante; operar com eficiência a rede de saúde de média e alta complexidade e implantar modelo de gestão centrado na garantia do acesso ao serviço.

“Já na área de educação, as prioridades serão promover o reordenamento e a modernização da rede física de ensino, expandir a oferta, visando a universalização da Educação Infantil – Creche e Pré-escola; e produzir material didático próprio e contextualizado para a Rede Municipal de Ensino”, destacou Virgínia Porto.

O consultor da Prefeitura de Camaçari, Olintho Oliveira Junior, também fez pontuações sobre os dados apresentados. Ele destacou que apesar de Camaçari ter aumentado sua arrecadação própria, ainda depende muito de recursos repassados pelos governos Estadual e Federal. “Os números que mostramos aqui são uma previsão que fazemos com base nos dados oficiais. Mas é importante ressaltar que essa previsão pode variar de acordo com vários fatores que causam impacto na economia do país. A greve dos caminhoneiros, por exemplo, que culminou com mudanças econômicas, é um exemplo disso”, reforçou.

O vereador Marcelino (PT) fez uso da palavra e pontuou a sua preocupação com a questão da gestão com gastos de pessoal. Ele reforçou que o Executivo precisa estar atento para garantir os direitos dos servidores e melhorias salariais reivindicadas.

O presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, vereador Gilvan Souza (PR) agradeceu a participação de todos e destacou que a audiência cumpriu seu papel primordial. “Esta atividade garante o princípio fundamental da transparência na administração pública. Esta Casa segue priorizando levar informação para que o cidadão possa acompanhar a gestão dos recursos públicos e suas aplicações e participar ativamente dos debates sobre políticas públicas”, finalizou.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.