Curta a nossa página
25/05 09h38 2018 Você está aqui: Home / Mundo Imprimir postagem

Homem é condenado por tentar matar a mulher sabotando paraquedas

Um sargento das Forças Armadas britânicas foi considerado culpado pela tentativa de assassinato de sua mulher por meio da sabotagem de um paraquedas.

Victoria Cilliers, de 41 anos, sobreviveu a uma queda de 1.220 metros em um campo no condado de Wiltshire, na Inglaterra, em 2015.

Segundo provas avaliadas por um tribunal de Winchester, Emile Cilliers estava repleto de dívidas e planejou matar Victoria para obter uma quantia de dinheiro associada ao seguro de vida dela - e, assim, começar uma nova vida ao lado da amante.

Ele também foi condenado por outra tentativa de homicídio, através de um vazamento de gás na casa da família. 

Victoria, uma instrutora experiente de saltos com paraquedas, sofreu ferimentos quase fatais após seus equipamentos principal e reserva falharem.

O tribunal condenou Emile, também experiente no preparo de paraquedas, a partir de evidências de que ele adulterou os aparatos que sabia que seriam usados pela esposa.

Emile Cilliers: Cilliers nega acusações de que teria tentado matar a mulher duas vezes© PA Cilliers nega acusações de que teria tentado matar a mulher duas vezes
Linhas do paraquedas principal estavam torcidas e partes essenciais do equipamento reserva estavam faltando.

Segundo provas apresentadas no tribunal, aparatos do tipo nunca haviam falhado desta maneira em outros lugares do mundo.

A sobrevivência de Victoria foi classificada como um "quase milagre", em parte atribuído à maciez do solo em que ela caiu e ao seu leve peso corporal.

Poucos dias antes, o sargento havia causado um vazamento de gás em sua casa em Amesbury, Wiltshire, soltando uma válvula de gás instalada em um armário da cozinha.

Cilliers tem £ 22 mil (cerca de R$ 107 mil) em dívidas e, segundo estimativas, poderia receber £ 120 mil (R$ 585 mil) pelo seguro de vida com a eventual morte da esposa.

Ele contava com o dinheiro para pagar suas dívidas e começar uma nova vida com a amante, Stefanie Goller.

Em paralelo aos planos com Stefanie, o militar também dormia com a ex-esposa, Carly Cilliers, e organizava sessões de sexo com prostitutas.

Campo em Wiltshire: Salto quase fatal para Victoria Cilliers aconteceu em 2015© PA Salto quase fatal para Victoria Cilliers aconteceu em 2015
A extensão de seus problemas financeiros também foi revelada por mensagens trocadas pelo casal em 2014, quando o relacionamento começou a desmoronar.

O inspetor Paul Franklin, da polícia de Wiltshire, disse que Cilliers mostrou "nada além de desprezo" por sua família.

'Fardo pesado'
"Em duas ocasiões diferentes, ele fez sérias tentativas de assassinar Victoria - uma delas também colocou em risco a vida dos dois filhos pequenos", disse ele.

"Seus motivos egoístas eram simples. Ele acreditava que, ao matar Victoria, seus problemas financeiros seriam resolvidos, sua carreira militar continuaria sem o perigo de Victoria tentar prejudicá-lo e ele poderia continuar seu caso com a namorada".

"Ele falhou em assumir responsabilidade por suas ações, o que reforça nossa visão de que ele é um homem frio, calculista e insensível, cujo único preocupação é consigo mesmo".

Agora, em uma nova data, o júri definirá a pena a ser cumprida por Emile Cilliers.

O júri também condenou o sargento por uma terceira acusação - por danificar um acessório de gás de forma imprudente.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados

Notícias relacionadas