Curta a nossa página
10/03 11h35 2018 Você está aqui: Home / Política Portal Abrantes Imprimir postagem

"Não vou comer pilha" afirma secretária Juliana Paes sobre denúncias

Ela atribuiu a situação a uma disputa política por poder

No primeiro dia da Festa de Arembepe acompanhamos o cortejo cívico que reuniu populares e políticos numa caminhada que saiu da Cocobeira em direção a Igreja de São Francisco de Assis. Presente no evento a secretária de Desenvolvimento Urbano de Camaçari, Juliana Paes, conversou com a nossa equipe e falou sobre o momento político e as denuncias que pesam contra ela.

“Estou feliz, graças a Deus. Foi um momento turbulento, injusto e vocês acompanharam ai esse processo danoso no ponto de vista moral para uma pessoa como eu que tem 17 anos de atuação profissional e reputação ilibada. Pessoas em todo o canto me conhecem, minha fé nunca se abalou, não tenho há temer.”, disse a secretária.

“Agradeço as pessoas de todos os cantos e todos os lugares, que se solidarizaram comigo nesse processo, inclusive militantes do PT que me mandaram mensagem pedindo para resistir por Camaçari, então isso só me dar forças para continuar lutando pelo que acredito que é ter bons exemplos no setor público de pessoas bem intencionadas”, completou.

De acordo com Juliana, essas denúncias são frutos de disputas pelo poder, “São pessoas que querem ocupar espaços de forma desleal, no jogo politico isso é muito comum. Venho fazendo meu papel que é um trabalho mais profissional, mais técnico. Acredito que tudo isso são frutos de motivos pessoais e empresários mal intencionados” afirmou. 

A secretária ainda disse que não vai “comer pilha”. “O meu discurso tem sido no sentido de tranquilizar a equipe de que a intenção foi criar um ambiente de terrorismo dentro da secretaria e essa pilha que estão colocando nós não vamos comer, temos um trabalho sério, existem protocolos e procedimentos a serem seguidos e é por isso que eu vou lutar”, ressaltou.

Questionada sobre as próximas ações ela informou que está fazendo revisão em alguns procedimentos, porém já adiantou que terá um reforço na Sedur e as fiscalizações serão intensificadas. “Estamos sofrendo com a restrição orçamentaria e consequentemente com dificuldade de compor equipes, porque nos últimos 10 anos a população vem crescendo cerca de 20% por ano o que nos demanda a cada ano uma ampliação da infraestrutura”, disse ela.

“Sempre brinco com as pessoas dizendo que não estou aqui para fazer oba, oba e sim para realizar ações continuas e que tenham perpetuidade” Finalizou.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas