Curta a nossa página
14/11 12h36 2017 Você está aqui: Home / Câmara de Camaçari Portal Abrantes Imprimir postagem

Vereador Jackson fala em renuncia se o município não arrecadar R$ 1 bilhão de reais até o final do ano

O parlamentar apresentou dados da secretaria da fazenda

“Se Camaçari não arrecadar R$ 1 bilhão de reais até o final do ano eu renuncio meu mandato”, essa foi à fala do vereador Jackson (PT) durante os assuntos gerais na sessão ordinária realizada na manhã desta terça-feira (14/11). O parlamentar trouxe dados da secretaria da fazenda referente à receita do município em 2017.  

De acordo com o petista, mais de R$ 96 milhões até o mês de outubro entraram no caixa do município. “Até dezembro serão R$ 120 milhões arrecadados, ou seja, vai encerrar o ano com saldo positivo, mas infelizmente não faz seu papel em ações sociais, como já soube que não vai dar cesta natalina”, destacou.

Ainda durante sua fala Jackson denunciou supostas nomeações de parentes do prefeito em instituições do estado. “Sobre o projeto familiar que Elinaldo criticava aqui na tribuna, mas não deixou de nomear seu cunhado, seus irmãos e sua sobrinha na Câmara de Salvador. Há um cruzamento, só espero que não esteja acontecendo isso aqui nessa casa”.

O vereador Teo Ribeiro (PT) pediu a parte para perguntar qual seria a posição da bancada de oposição em relação às nomeações. “Isso são dados do TCM que ficamos sabendo através das redes sociais e vamos entrar com uma ação. Por que o prefeito que era o paladino da moral agora está dando golpe eleitoreiro. Do jeito que tá me bata dois abacates”, disse Jackson.

Líder da bancada de oposição, o vereador Jorge Curvelo (DEM) disse que a oposição tem memoria curta. “Aqui trabalhou o irmão de Moema Gramacho que desfilava pelos corredores da Câmara e ninguém comentava nada. Não vejo problema em um vereador, amigo do prefeito, dar uma vaga de emprego a quer que seja. Não se sabe a pretensão política dele, se ele quiser ser deputado”, pontuou.

Ainda durante seu discurso de defesa ao governo municipal, o democratas bastante alterado acusou o Partido dos Trabalhadores de destruir o Brasil. “O povo sabe separar o joio do trigo. Volto a fazer um desafio que já fiz ao senhor, me prove aqui desses 12 anos de governo as obras realizadas pelo ex-prefeito que o senhor defende. Caloteiro foi o governo de vocês que o prefeito Elinaldo recebeu a prefeitura com R$ 400 mil de débitos. A única coisa que ele fez foi a Cidade do Sabido (Saber) que está sendo investigada”. 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas