Curta a nossa página
01/11 11h15 2018 Você está aqui: Home / Atletismo Portal Abrantes Imprimir postagem

Testemunha declara que Daniel se envolveu com mulher de assassino

Nesta quarta-feira (30), a Polícia Civil ouviu uma testemunha importante sobre o assassinato do jogador Daniel Corrêa, que estava emprestado ao São Paulo. O crime aconteceu em São José dos Pinhais, no Paraná. Segundo a testemunha, o atleta dormiu com a mulher do assassino e que morte seria ocasionado por questão passional. A informação foi dada primeiramente pelo UOL.

Além do assassino, a testemunha afirmou que tinham quatro homens no momento do espancamento ao jogador Daniel. Depois disso, colocaram o atleta, que estava desacordado, em um porta malas e saíram do local. No sábado, dia do assassinato, o corpo do atleta foi encontrado praticamente degolado e com pênis cortado.

O advogado disse que a testemunha informou à polícia os nomes dos suspeitos. Segundo seu entendimento, a motivação do crime teria sido passional.

- O Daniel teria entrado no quarto de uma mulher e a mulher que estava no quarto era mulher do indivíduo que o matou - afirmou o criminalista Jacob Filho ao UOL.

- O golpe de faca a testemunha não viu, mas ela viu a pessoa com a faca na mão, e viu que pisaram na cara dele e chutaram ele - acrescentou o advogado.

Sem querer se identificar, a testemunha relatou que o jogador estava em uma boate em Curitiba comemorando o aniversário de um amigo em comum de ambos. Depois da boate, um grupo de pessoas, inclusive o jogador, foram para uma casa como normalmente faziam.

- Eles estavam numa casa noturna e quando acabou, às 5h ou 6h da manhã, foram fazer um after e continuar na casa de uma das meninas. O Daniel entrou no mesmo Uber que a testemunha e outras três pessoas. Chegaram na casa e ficaram bebendo, conversando. O Daniel sai e passada uma meia hora, mais ou menos, eles escutam 'Socorro, socorro, ajuda!'. Não sabiam o que era e foram ver - relatou o advogado Jacob Filho, que representa a testemunha.

Daniel pertencia ao São Paulo e estava emprestado para o São Bento (SP). O meio-campista surgiu nas categorias de base do Cruzeiro. Antes de se tornar profissional, reforçou o Botafogo em 2013, no qual teve espaço na equipe principal e se destacou no ano seguinte. Em dezembro de 2014, chegou a conversar com o Palmeiras, mas foi reprovado nos exames médicos e acabou contratado pelo São Paulo.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.