Curta a nossa página
29/06 17h03 2017 Você está aqui: Home / Camaforró 2017 Da Redação Portal Abrantes Imprimir postagem

Prefeitura realiza coletiva e apresenta números envolvendo o Camaforró

Foi durante uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira (29/06) no Camaçari Plaza Hotel, que o prefeito Elinaldo apresentou números relacionados ao Camaforró, que aconteceu no Espaço Camaçari entre os dias 22 e 24 de junho. Com o gestor estavam os envolvidos diretamente na organização da festa, dentre eles autoridades políticas e policiais, secretariado municipal e coordenação de eventos.

O prefeito Elinaldo iniciou suas palavras fazendo uma avaliação geral do evento junino. “Foi um sucesso, apesar de algumas falhas, mas a grandeza da festa se deu pela participação da coordenação de eventos, da Câmara Municipal e da imprensa local, após o anuncio que iria acontecer o Camaforró a cidade passou a ser movimentada, hotéis receberam pessoas de outras cidades, estados e país”.

Entre os dados apresentados foram gastos R$ 3 milhões divididos entre a sede e orla da cidade e uma economia de R$ 150 mil ao não montar o camarote do prefeito como em anos anteriores. Ao todo foram contratadas mais de 90 atrações, onde a maior parte foi de artistas de Camaçari, para um em média de 200 mil pessoas que contribuíram com a doação de 23 mil kg de alimentos que serviram como passaporte de entrada, no entanto não era obrigatório.

Após a divulgação dos número, a imprensa teve oportunidade de fazer perguntas, e muitos além de parabenizar os organizadores fizeram questionamentos em especial sobre a segurança, mudança no trânsito, grade de bandas e reorganização do espaço da festa. “Foi programado o contingente de acordo com a necessidade do evento, não houve nenhuma grande ocorrência dentro Espaço, nem na sede nem na orla”, disse o Comandante do 12º Batalhão da Policia Militar de Camaçari, Henrique Melo.

Em relação à grade de artistas foi destacada por um profissional de comunicação, a pequena quantidade de grupos de forró no palco principal e atender a vários públicos foi à resposta da coordenação de eventos.  “A ideia foi segurar a população na cidade, já que grandes festas particulares acontecem na Bahia, então mesclamos os estilos atendendo a todos os gostos”, pontuou um dos coordenadores de eventos, Luis Mário.

A mudança na distribuição das barracas não agradou a alguns barraqueiros, assim como o fechamento do viaduto de entrada da cidade com a justificativa de evitar engarrafamento. “Em uma festa desse tamanho sempre existirão falhas, mas vamos trabalhar para fazer um evento melhor ano que vem”, disse o prefeito.

Elinaldo ainda falou das dificuldades financeiras que vem enfrentando nos 6 primeiros meses a frente do poder executivo. “Estou satisfeito com minha gestão, mas acredito que sempre a gente pode melhorar, encontrei a cidade bagunçada e tivemos que organizar a maquina. Preciso compartilhar com a população uma perda de 50 milhões de reais na receita nesse primeiro semestre”.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Notícias relacionadas