Curta a nossa página
13/12 12h25 2017 Você está aqui: Home / Bem-estar Portal Abrantes Imprimir postagem

Sensação de tristeza comum no fim do ano pode se tornar depressão

Realizar um balanço de final do ano pode ser positivo, afirma especialista, desde que estes sentimentos não evoluam para um quadro patológico

O clima natalino e de fim de ano muitas vezes desperta sentimentos como saudades de pessoas que estão distantes ou nostalgia em função de sonhos que ficaram para trás, o que acaba gerando em algumas pessoas tristeza e melancolia. Nesta época, é comum também que se faça uma reavaliação de atitudes e decisões, além de um planejamento de projetos futuros. Estes sentimentos e atitudes podem ser saudáveis e positivos, mas é preciso atenção se a sensação de tristeza se prolongar. 

 

O psicólogo da Holiste, Cláudio Melo, aponta que fazer um balanço da vida é positivo. “Para muitas pessoas o sentimento de introspecção se intensifica nesta época. É importante que esta emoção seja transformada em uma análise do que fizemos, das decisões que tomamos, do que precisamos buscar para o próximo ano. Desta forma, fazer este balanço e ter momentos de reflexões podem ajudar no autoconhecimento e no aprendizado”, revela.

 

Melo também pontua que não se deve temer a tristeza ou o sofrimento, eles fazem parte de uma vida saudável, pois a qualidade de vida e o bem-estar não estão relacionados ao maior ou menor número de frustrações ou perdas às quais uma pessoa é submetida, e sim de que forma aquele indivíduo lidará com essas situações.

 

A questão, porém, é: como reconhecer que aquela tristeza e introspecção, consideradas comuns neste período, evoluíram para um quadro patológico? Para o psicólogo, a pessoa com depressão pode apresentar dificuldades de socialização e alterações do humor mais acentuadas.

 

“Geralmente pessoas que apresentam um quadro patológico no final de ano já possuem indícios ou histórico de depressão. Para quem teve um ano pesado, com perdas ou dessabores, é preciso procurar ajuda de um especialista para superar esta fase e garantir um 2015 com boas perspectivas”, conclui Cláudio Melo.

 

Holiste nas redes sociais

www.facebook.com/holistepsiquiatria

www.twitter.com/holistebr

www.youtube.com/c/HolistePsiquiatria


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados